quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Recepção aos acusados de fraude no transporte escolar revolta Parauapebas


Teve até  "V" de vitória e carro do DMTT

Não há vitória, há uma acintosa manifestação de desprezo pela lei, quisessem apenas abraçar seus familiares e amigos, que se recolhessem ao reduto dos seus lares, não sair às ruas da cidade afrontando os cidadãos de Parauapebas com gestos bizarros.


Estavam presos na delegacia da PF, em Marabá, foram soltos, foram recebidos com festa, teve até carro do DMTT e carreata na cidade.

Eles festejam, celebram o retorno dos suspeitos de fraudes no transporte escolar municipal, Parauapebas perplexa.

Teve até faixa de apoio dos "amigos" e "familiares".

Aceita-se que os familiares e amigos estejam felizes com o retorno dos seus entes queridos, mas que se suas ""festinhas" se limitem aos seus lares, não essa grosseira manifestação de desprezo ao povo de Parauapebas.

Qual a vitória que comemoram? 

Com os dedos apontados na cara dos cidadãos, indicando que venceram, eles são vitoriosos, devem ter comemorado duplamente: a saída da prisão e a abstenção do Marcelo Parceirinho (o marotinho) e do vereado Devanir Martins que salvou o mandato do "chefe dos chefes".

________________________________
Na foto: muitos ocupantes de cargos de confiança do governo Valmir da Integral.

Nova representação contra o prefeito de Parauapebas será apresentada à Câmara

Na nova representação os populares pedirão impedimento dos vereadores envolvidos com "falcatruas" no governo VALMIR DA INTEGRAL



Não desistiram. Os populares informaram ao Blog que entrarão com uma nova representação e acionarão o poder judiciário para impedir que vereadores envolvidos com VALMIR DA INTEGRAL participem de qualquer ato ou da sessão da Câmara que analisará a representação. 

Votação 

No total de 14 presentes na sessão, 13 vereadores emitiram seus votos. O presidente da Câmara não precisa votar, não é obrigatório.

Entre os 14 presentes, 8 votaram pelo afastamento, teve 2 abstenções e apenas 2 votos favoráveis ao prefeito.

Comprometidos

Em contato com o Blog, populares dizem que entrarão com nova representação, mas antes pedirão na Justiça que o impedimento de 3 vereadores que tem envolvimento nas "falcatruas" do governo VALMIR DA INTEGRAL, esses não poderiam participar de nenhum ato e muito menos da sessão que analisará os pedidos dos populares.

Membros do governo Valmir da Integral fazem carreata pra receber Juliana e Rui Amorim, soltos pela PF

Inacreditável, membros do governo Valmir da Integral fazem carreata, tinha até carro do DMTT na organização do evento.




Cadê as imagens do circuito de câmeras da prefeitura, cuja operação é coordenada pela PM?




Será que o MPPA poderia requisitar as imagens. Temos algumas imagens, logo publicaremos.




Para receber os ex-prisioneiros o governo Valmir da Integral fez festa, ainda diz que colabora com as investigações.




Parauapebas nunca viu e nem pensou que um dia passaria por isso.

Parauapebas: Juiz Líbio declara nulo contrato com Hidraele

Justiça frusta tentativa do Governo Valmir da Integral de gastar R$ 15 MILHÕES com empresa de São Luiz-MA

Sentença do juiz Líbio Moura cancela contrato e promotor de justiça
Hélio Rubens vai investigar se ocorreu improbidade

Valmir da Integral queria entregar R$ 15 milhões para uma empresa apenas elaborar projetos para o município, isso quando o prefeito não consegue nem pagar a "conta de luz" das escolas e hospitais.

A contratação da HIDRAELE tem sérios indícios de direcionamento (LEIA AQUI) e o Ministério Público pediu os autos para analisar prováveis atos de improbidade.

Veja parecer do MPPA:



Em sentença, Dr. LÍBIO MOURA confirma que ocorreu ilegalidades e declarou nulo o contrato que beneficiava a HIDRAELE, veja:



quarta-feira, 26 de agosto de 2015

O olhar atento de Luiz Vieira sobre a Câmara de Parauapebas

Blog do Luiz Vieira


Uma vela para Deus e cinco para o diabo


Os dois evangélicos da base do prefeito (Parceirinho e Maridé) deram uma demonstração vergonhosa que gostam mesmo é do poder. Não importa se pessoas estão morrendo por falta de médicos, se crianças estão sem escolas, se a cidade está submergida no lamaçal da corrupção. Desde que mantenham alguns cargos nessa podre estrutura, tudo bem. É a velha lógica de acender uma vela para Deus e cinco para o diabo.

Parceirinho decepciona


O Parceirinho foi a grande decepção na votação. Muitos esperavam que fosse fazer um mandato voltado para o povo, já que entrou agora e ainda não pegou a ”doença do *pântano azul”, acabou optando por ser um“PARCEIRINHO DO PREFEITO”. Muitos comentavam que ele absteve na votação em troca do comando da SEMAS. Tudo indica que a lógica será comer tudo o que puder nesse um ano e meio de mandato que lhe resta.


Após operações do GAECO e da Polícia Federal crimes continuam no governo VALMIR DA INTEGRAL



O "modus operandi" não mudou, governo VALMIR DA INTEGRAL continua "oxigenando" falcatruas, mostrando desprezo pelas operações da PF e do Gaeco

Veja o documento de um empresário de Parauapebas dirigido ao Conselho Municipal de Saúde

Depois de operações do GAECO e da Polícia Federal é assim que o governo
VALMIR DA INTEGRAL compra "oxigênio" para o hospital municipal 

Uma despesa pública tem que obedecer o seguinte roteiro:

1) Licitação ou sua regular e devida dispensa ou inexigibilidade;

2) Contrato assinado;

3) Empenho dos recursos;

4) Liquidação;

5) Pagamento (ao fim).

Condutas criminosas

A conduta de um administrador que renuncia ou abandona o rito formal e os caminhos da lei nas suas contratações públicas, não apenas viola os princípios constitucionais da legalidade, moralidade, impessoalidade e eficiência, não se limita a uma gravíssima IMPROBIDADE administrativa, vai além, tal conduta pode configurar o crime tipificado na Lei de Licitações (Art. 89), no mínimo.

A denúncia do empresário tem que ser apurada imediatamente, pode envolver recursos federais, inclusive.

Gaeco e PF sofrem deboche do governo VALMIR DA INTEGRAL

O fato denunciado pelo empresário é de agora, dia 21 de agosto de 2015, veja a assinatura dele, ou seja, o ilícito está ocorrendo em Parauapebas no momento que você está lendo esta matéria, isso depois de várias operações policiais e do Gaeco no município. É inacreditável.

Marcelo "marotinho" - o parceirinho de quem mesmo?  

O mais inusitado em tudo, é um vereador que só está vereador pelo fato de várias pessoas terem denunciados os desmandos que ocorrem em Parauapebas, como o fez Dr. JAKSON, se abster de investigar essas falcatruas, é ser muito "marotinho". 

Marcelo "marotinho" e o Zacarias - suplentes que Parauapebas não merece

Em franco desrespeito aos cidadãos de Parauapebas esse vereador, "marotinho" que só ele, se abstém no momento mais crucial da votação de afastamento  do chefe do executivo, acreditando que a população de Parauapebas não se dá conta de quem ele é "parceirinho".

O "MARCELO MAROTINHO" mostra que é um "parceirinho", mas as outras autoridades do MPPA e do Judiciário deveriam fazer algo e urgente.

De "marotinhos" a cidade cansou

A cidade não pode depender do voto um "marotinho" e de um Zacarias, com esses suplentes, Parauapebas logo pedirá,  daqui um pouco: volta, Odilon; volta, João do Feijão?

Que vergonha, aliás, que falta de vergonha!

Parauapebas: fraude na secretaria de educação - sob condições, JULIANA SANTOS é solta


Não foram especificadas na decisão publicada no site do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, Vara Federal de Marabá, quais as condições impostas para soltar a então secretária municipal de educação do governo VALMIR DA INTEGRAL.

Votação mostra isolamento do prefeito de Parauapebas, apenas 2 votos em 14 presentes

Na votação da Câmara ficou evidente o isolamento do prefeito VALMIR DA INTEGRAL, com apenas 2 votos dos 14 vereadores presentes

Prisão de Juliana aprofunda isolamento do prefeito de Parauapebas


Parte da Câmara luta contra a situação que Parauapebas está vivendo sob o governo VALMIR DA INTEGRAL.

Os vereadores que votaram pelo afastamento do prefeito afirmam que não desistirão.

A situação é muito grave e não há condições do grupo que governa Parauapebas continuar praticando toda sorte de desmandos e ainda não se conseguir apurar os fatos no parlamento local, que tem esse dever.

Por um fio

O quórum de votação da  Câmara, na análise de uma representação contra VALMIR DA INTEGRAL, mostra que a situação do prefeito de Parauapebas está por um fio.

Votaram pelo afastamento do prefeito: Arenes, Bruno, Charles, Eliene, Euzébio, Luzinete, Miquinhas e Pavão.

Votaram com VALMIR DA INTEGRAL: Maridé e Zacarias.

Abstenção: Devanir Martins e Marcelo Parceirinho.

Foram 8 votos pelo afastamento. Apenas 2 a favor do prefeito e 2 abstenções.

A votação de ontem sinaliza que VALMIR DA INTEGRAL terá bastante dificuldade na próxima representação.

Sem governo

A cidade está sem governo, não se paga nem "conta de luz" o calote é geral, mesmo assim, parte da Câmara preferiu caminhar junto com o governo que está levando Parauapebas para o abismo.

Polícia Federal e Gaeco

Na cidade corre "boatos" que talvez os populares e os vereadores não precisem afastar o prefeito, uma semana é muito tempo e muita coisa pode ocorrer.

Na primeira oportunidade ele mostrou de quem é "parceirinho" mesmo

O Marcelo "parceirinho" quer herdar a Secretaria de Assistência Social do vereador ODILON, ainda diz que "não desistiu da parceria"

O Marcelo "parceirinho" e Devanir Martins se abstiveram
 e ajudaram a  manter uma quadrilha a governar Parauapebas


O eleitor de Parauapebas sempre preferiu ODILON a "qualquer parceirinho". Com Odilon não tinha "papo" furado, era o que era e não tentava enganar ninguém.

Odilon saiu e ele entrou na parceria

Na primeira oportunidade, o Marcelo "parecirinho" traiu seu eleitor, mostrou desprezo ao cidadão de Parauapebas. O rapaz apareceu com uma conversa, com papo de "malandrinho", mostrando  de quem realmente ele é "parceirinho".

Á toa, não será recompensado

O vereador MARCELO "parceirinho" não será recompensado pela "turma da integral", não tem mais governo em Parauapebas.

O Marcelo "parceirinho" já estaria com quase tudo "acertado" pra ele receber a Secretaria de Assistência Social - a SEMAS, uma herança do vereador ODILON e da Leudicy da Integral.

Que "parceirinho" esse que Parauapebas arranjou, hein!?

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Vereador Devanir assume lugar de Odilon Rocha e quer levar um parceirinho junto


O vereador DEVANIR MARTINS cometeu o maior erro da sua carreira política. 

Traiu, agiu como uma raposa velha, fez que nem ODILON, agora terá que suportar as consequências.

Será que ele quer ser o ODILON, lembrando que o ODILON teve que renunciar e foi até preso.

Pelo jeito, DEVANIR arranjou um "parceirinho sem futuro".